Se não pode ler este e-mail, por favor, aceda à versão on-line

Boletín Cantabria Interreg-SUDOE
3 BOLETIM
Nov 2009
 
 

16 NOV 2009

O PROCESSO DE SELECÇÃO EM DUAS FASES

As candidaturas de projectos recebidas serão submetidas a duas análises. Num primeiro momento, será feita uma verificação relativa à conformidade de cada candidatura, tanto em relação às condições formais descritas no texto oficial da convocatória como aos 20 critérios de admissibilidade. Se o projecto passa esta primeira etapa, será considerado elegível e passará, portanto, à segunda análise que se centra na proposta em si mesma. Tal como na primeira convocatória, o Comité de Acompanhamento optou por um método de selecção das candidaturas de projectos em duas fases, dados os aspectos positivos que esse método apresenta.

Ao longo da primeira fase, as candidaturas serão co-instruídas, por um lado, pelo Secretariado Técnico Conjunto e, por outro, pelos correspondentes nacionais, com base num estudo elaborado de acordo com os critérios de selecção decididos pelo Comité de Acompanhamento. As conclusões da instrução, bem como a pontuação obtida por cada uma, uma vez que os critérios de selecção serão objecto de uma pontuação, serão submetidos ao Comité de Programação. Com base nesta análise, o Comité pronunciar-se-á sobre cada candidatura, de acordo com três tipos de decisão: o projecto poderá ser aprovado, autorizado a passar à segunda fase ou não autorizado a passar à segunda fase.

Os projectos autorizados a passar à segunda fase receberão, por parte, do Comité, uma série de recomendações com o objectivo de melhorar a candidatura em relação a vários aspectos. Esta segunda fase consiste, assim, num período dado pelo Comité de Programação para que os projectos realizem toda uma série de melhorias qualitativas tanto no plano técnico, como em relação à sua contribuição para os objectivos do Programa e às temáticas definidas no texto da convocatória.

Uma vez expirado o prazo dado, as candidaturas de projecto serão de novo examinadas, segundo as mesmas condições seguidas durante a primeira fase. O Comité de Programação, que se reunirá no final desta segunda fase, decidirá então aprovar ou não cada uma das candidaturas recebidas.

 
Notícias

16 NOV 2009
ABERTURA DA SEGUNDA CONVOCATÓRIA DO PROGRAMA SUDOE 2007-2013

16 NOV 2009
O PROCESSO DE SELECÇÃO EM DUAS FASES

02 DEC 2009
ABERTO DESDE 6 DE NOVEMBRO O PRAZO DE INSCRIÇÃO PARA A JORNADA DE LANÇAMENTO DA SEGUNDA CONVOCATÓRIA

16 NOV 2009
FERRAMENTAS PARA A PREPARAÇÃO DAS CANDIDATURAS

16 NOV 2009
CONSELHOS PARA A REDACÇÃO DOS PROJECTOS

16 NOV 2009
TIPOS DE PROJECTOS PRIORITÁRIOS PARA O PROGRAMA

 
 

Secretariado Técnico Conjunto SUDOE - Plaza del Príncipe nº 4, 1 planta - 39003 Santander, España - stcsudoe@interreg-sudoe.eu - T. 942 23 83 62 - F. 942 23 84 28
Autoridad de Gestión - C/ Hernán Cortés, 9 - 6ª planta - 39003 Santander, España - aug@interreg-sudoe.eu - T. 942 31 84 20 - F. 942 37 23 29

Pode aceder, modificar e cancelar os dados através do nosso formulário de contacto formulário de contato
Esta mensagem é enviada em conformidade com a nova legislação em matéria de e-mail: LEY 34/2002, de 11 de julio LSSI