Se não pode ler este e-mail, por favor, aceda à versão on-line

Boletín Cantabria Interreg-SUDOE
9 BOLETIM
Jul 2011
 
 

28 JUN 2011

TRACC DIVULGA TÉCNICAS RODOVIÁRIAS ADAPTADAS ÀS ALTERAÇÕES CLIMÁTICAS NO TERRITÓRIO SUDOE

O projecto TRACC baseia-se na necessidade de diminuir a marca energética e ambiental das construções rodoviárias, favorecendo a utilização de técnicas que respeitem o meio ambiente e demonstrando que estas técnicas produzem o mesmo resultado que as técnicas tradicionais, as quais consomem mais recursos naturais e não são renováveis nem desde o ponto de vista da energia, nem do transporte.

As técnicas rodoviárias clássicas obrigam à importação de materiais externos às zonas consideradas, a sua integração em misturas de hidrocarbonatos transportadas a elevadas temperaturas, o seu transporte para o lugar em questão e a sua adaptação com a ajuda de maquinaria específica. No contexto das alterações climáticas e da economia necessária de materiais, este projecto, centrado nas técnicas rodoviárias adaptadas às alterações climáticas (TRACC), nasce da necessidade, em nome do desenvolvimento sustentável, de examinar as técnicas rodoviárias já utilizadas nos três países do perímetro de estudo (França, Espanha e Portugal). Para responder a este objectivo, foi implementada toda uma série de acções concretas em laboratório e sobre o terreno por parte de uma parceria multidisciplinar dirigida pelo Centro de Estudos Técnicos do Equipamento (CETE) do Sudoeste, Laboratório Regional de Ponte e Caminhos (LRPC) de Toulouse.
Os outros sócios implicados são entidades adjudicantes de redes rodoviárias, laboratórios de controle de qualidade e de investigação científica e institutos de formação técnica e representantes do sector.

O projecto concluiu já a sua primeira fase que consistiu na realização de um estudo e de uma análise do que se faz actualmente em matéria de técnicas rodoviárias adaptadas às mudanças climáticas no Espaço SUDOE, desde o ponto de vista técnico, ambiental e económico, avaliando a viabilidade e impacto socioeconómico e ambiental da utilização recorrente de tais técnicas. Actualmente, com base nesse estudo prévio que se complementou com investigações in situ e em laboratório, estão a realizar-se 5 obras experimentais em França e Espanha, às quais se acrescentaram experiências realizadas em Portugal, por forma a pôr em prática as técnicas estudadas, a identificar as melhores práticas e a avaliar a sua viabilidade e os seus resultados.

Por último, graças às conclusões obtidas após as fases prévias do projecto, será elaborado um guia de apoio na tomada de decisões relacionadas com as técnicas e os produtos respeitadores do meio ambiente dirigida aos organismos que gerem as estradas, tendo em conta aspectos técnicos, ambientais e económicos. O objectivo deste guia é o de que os decisores em matéria de obras rodoviárias no Espaço SUDOE possam ter cada vez mais em conta as normas de desenvolvimento sustentável no seu sector, começando por favorecer a presença de técnicas e produtos respeitadores do meio ambiente nos concursos públicos para a construção e manutenção das estradas. Este incluirá também recomendações dirigidas aos encarregados de obra e a outros profissionais do sector para promoverem um uso alargado destes procedimentos, generalizando assim as técnicas respeitadoras do meio ambiente. O guia estará on-line nos três idiomas da parceria e em inglês no início de 2012.

Didier Treinsoutrot, director do laboratório de Toulouse do CETE do Sudoeste, beneficiário principal do projecto destaca a importância da cooperação transnacional no projecto: "o projecto TRACC permite à sua parceria construir colectivamente uma ferramenta de ajuda na tomada de decisões no sector rodoviário, baseada simultaneamente na experiência e na vontade de inovar de todos os sócios. No contexto das alterações climáticas, o projecto TRACC dá a oportunidade de partilharmos as nossas competências para progredirmos juntos em benefício do Espaço Europeu do SUDOE".

Os membros do Comité de Acompanhamento do Programa SUDOE puderam conhecer os resultados obtidos pelo projecto e as acções em curso no passado dia 16 de Junho, no âmbito de uma visita organizada após a reunião do Comité de Acompanhamento que teve lugar pela manhã. O Comité de Acompanhamento foi recebido na sede do chefe de fila e pôde ficar a conhecer, entre outros aspectos, a minuta do guia que está a ser elaborado.

Ficha do projecto TRACC

Página Internet do projecto TRACC

Imagens Associadas:
  • Visita Comité de Acompanhamento

    Visita Comité de Acompanhamento

  • Visita Comité de Acompanhamento

    Visita Comité de Acompanhamento

  • Visita Comité de Acompanhamento

    Visita Comité de Acompanhamento

  • Visita Comité de Acompanhamento

    Visita Comité de Acompanhamento

 
Notícias

28 JUN 2011
O COMITÉ DE ACOMPANHAMENTO APROVA O RELATÓRIO ANUAL DE EXECUÇÃO E A AVALIAÇÃO DO PLANO DE COMUNICAÇÃO

06 JUL 2011
IMPLEMENTAÇÃO DE UMA AVALIAÇÃO DO PROGRAMA SUDOE

28 JUN 2011
DINAMIC CONCLUI COM SUCESSO AS SUAS ACTIVIDADES DE DINAMIZAÇÃO DA INOVAÇÃO NAS EMPRESAS

28 JUN 2011
TRACC DIVULGA TÉCNICAS RODOVIÁRIAS ADAPTADAS ÀS ALTERAÇÕES CLIMÁTICAS NO TERRITÓRIO SUDOE

28 JUN 2011
MICOSYLVA PROMOVE A INTEGRAÇÃO DA MICOSILVICULTURA NA GESTÃO FLORESTAL

 
 

Secretariado Técnico Conjunto SUDOE - Plaza del Príncipe nº 4, 1 planta - 39003 Santander, España - stcsudoe@interreg-sudoe.eu - T. 942 23 83 62 - F. 942 23 84 28
Autoridad de Gestión - C/ Hernán Cortés, 9 - 6ª planta - 39003 Santander, España - aug@interreg-sudoe.eu - T. 942 31 84 20 - F. 942 37 23 29

Pode aceder, modificar e cancelar os dados através do nosso formulário de contacto formulário de contato
Esta mensagem é enviada em conformidade com a nova legislação em matéria de e-mail: LEY 34/2002, de 11 de julio LSSI